Com 'Um Exu em Nova York', Cidinha da Silva ganha prêmio Biblioteca Nacional 2019

Com o livro de contos “Um Exu em Nova York“, a escritora mineira Cidinha da Silva venceu o Prêmio Biblioteca Nacional 2019. O resultado foi divulgado pela Fundação Biblioteca Nacional na noite de quinta-feira (10) e a autora que tem a obra publicada pela editora Pallas levou o segundo lugar na categoria contos. Chamado pela autora de livro dínamo, a obra passa por vários lugares e tempos, buscando construir mundos e

Festival Literário de Iguape, um festival que é a cara do Brasil

Protagonismo negro e participação da população local deram o tom da 7ª edição do evento que teve Conceição Evaristo, Zezé Motta, Mel Duarte, Luedji Luna, Nação Zumbi, entre outros  “Futuro, lugar e memória”. Este foi o tema da 7ª edição do Festival Literário de Iguape, o Fli, que aconteceu nos dias 7 e 8 de junho, na cidade de pouco mais de 30 mil habitantes, com uma das maiores áreas

Com autoras negras, indígenas, internacionais e LGBTQi+, Lá na Laje retorna no Sesc Pompeia

Sob curadoria da jornalista Jéssica Balbino, clube literário anuncia autoras como Cidinha da Silva, Eliana Alves Cruz, Igiaba Scego, Futhi Ntshingila, Mirta Portillo, Porsha, entre outras   Depois de um ano de ações, sob curadoria da jornalista Jéssica Balbino, o clube Lá na Laje retoma as atividades no Sesc Pompeia a partir do dia 26 de junho às 19h30. Com o tema “Resistência, substantivo feminino”, o novo ciclo debate as formas

Por *Pollyanna Marques Vaz Em 2006 ao fazer minha primeira leitura de Cada Tridente em seu lugar e Outras Crônicas (Instituto Kuanza, 2006) em um único fôlego, sentada no centro de Goiânia, pensei “então literatura pode ser assim? Escrever pode ser assim? Estas pessoas podem estar nos livros…” Hoje com a chegada de Sobre-viventes! (Pallas, 2016) sexto livro de crônicas e nono livro da escritora, prosadora mineira Cidinha da Silva,