quem faz?

Jéssica Balbino acredita que pode transformar o mundo em um lugar melhor por meio das narrativas. É jornalista, mestre em comunicação pela Unicamp, criadora do Margens, pesquisadora de literatura marginal/periférica e de hip-hop, possui mais de 10 anos de experiência em reportagem e edição, tendo passado por grandes veículos do Brasil, trabalhou em campanhas políticas e atua também como repórter correspondente para o site El Quinto Elemento, no Uruguai e freela para o Catraca Livre.  Dirigiu e produziu o documentário “Pelas Margens“, sobre as mulheres que fazem a literatura periférica e recebeu o prêmio Hip-Hop – Preto Ghóez, pelo livro reportagem “Hip-Hop – A Cultura Marginal”, concedido pelo Ministério da Cultura (Minc).  Também produziu o web documentário com os melhores momentos do Flipoços 2017.

Recebeu o prêmio Cultura Urbana – Canela Fina da Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais pelo projeto Margens. Foi premiada também no Prêmio Maiores & Melhores   na categoria Assessoria de Imprensa, como a melhor profissional do setor na região do Sul de Minas. 

Tem convicção que o único jeito de realmente reportar algo é vivenciá-lo por inteiro, por isso, transformou o projeto de mestrado em projeto de vida e criou a agência de comunicação Margens, onde atua com assessoria de imprensa e produção cultural para diferentes projetos entre eles, o Flipoços. 

É formada também em Gestão Cultural pelo Instituto Federal do Sul de Minas. É autora também do livro “Traficando Conhecimento” (Aeroplano, 2010) e curadora do Encontro de Arte da Periferia e Hip-Hop no Flipoços desde 2009.  É curadora de projetos em unidades do Sesc SP, Sesc MG e Itaú Cultural.  Também participa como escritora ou mediadora convidada de diferentes encontros literários e jornalísticos, como Onda Cidadã, Flipoços, Mostra Cultural da Cooperifa, Felizs, Flup, Flig, Festival Literário de São Miguel, etc. 

Atua como professora convidada e visitante em algumas universidades, lecionando para turmas de comunicação – jornalismo e publicidade e propaganda. Em 2017, ministrou oficinas de assessoria de imprensa e produção cultural para turmas de publicidade da PUC Minas, durante a VII Jornada de Publicidade e Propaganda. Também ministrou aula sobre convergência de mídia na disciplina de comunicação comparada para estudantes de jornalismo no Centro Cultural das Faculdades Associadas de Ensino (Uniafe). Também ministrou o minicurso “Os desafios da divulgação cultural” durante a I Jornada Mulheres em Discursodo Instituto de Estudos em Linguagem (IEL) da Unicamp.

É membro dos coletivos Frente Nacional de Mulheres do Hip-Hop (FNMH²), Hip-Hop Mulher e Mjiba. Já deu oficinas de literatura marginal/periférica e narrativas no Centro de Referência em Assistência Social (Creas) em Poços de Caldas, para adolescentes em situação de risco.

Prêmios

– PRÊMIO Maiores & Melhores
Vencedora do Prêmio Maiores & Melhores da GSC Eventos, com a melhor empresa de assessoria de imprensa de Poços de Caldas e região do Sul de Minas.

– PRÊMIO CANELA FINA 
Vencedora do Prêmio Cultura Urbana – Canela Fina da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, com pontuação máxima, com o projeto Margens, em 2017.

– Prêmio Hip-Hop (1º Lugar na categoria Conhecimento)
Vencedora do Prêmio Hip-Hop – edição Preto Ghóez em 1º Lugar na Categoria Conhecimento com o livro reportagem “Hip-Hop – A Cultura Marginal”, escrito em 2006.

 – Prêmio CurtAmazônia
Festival Nacional de Cinema CurtAmazônia
Prêmio no Festival Nacional de Cinema CurtAmazônia com o videoclipe “Um Brinde” feito com o Inquérito. Confira o vídeo da premiação

– Prêmio Agente Jovem (MINC)
Prêmio Agente Jovem com o projeto ‘Um Brinde”, realizado com o Inquérito com exibição simultânea do videoclipe que mostra os efeitos da indústria do álcool em mais de 200 pontos do país e 5 pontos no exterior (EUA, Cuba, Guiné Bissau, Portugal e Inglaterra).

Menções honrosas:

– Centro Cultural São Paulo
Citada entre as 100 mulheres mais influentes na área cultural durante homenagem feita pelo Centro Cultural São paulo no mês de março de 2017. 

– Menção Honrosa
Câmara Municipal de Poços de Caldas
Menção honrosa recebida pela Câmara Municipal de Poços de Caldas pelo projeto “Leia”, pela distribuição gratuita de livros nas periferias e áreas públicas da cidade.

– Prêmio Hutúz Ciência e Conhecimento
Prêmio Hutúz na categoria Ciência e Conhecimento para os livros “Pelas Periferias do Brasil” organizados por Alessandro Buzo. Jéssica Balbino participa como coautora da primeira edição.

2 Comentários


  1. PARABÉNS PELO FOCO NA PRODUÇÃO FEMININA !

    Responder

  2. Muito bom o espaço.Parabéns pela brilhante iniciativa.Um abraço do Movimento Cultural de Corumbá ms integrado com Poetas na Praça,Passa na Praça/que a Arte te abraça.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *