"O símbolo da liberdade é o c*, que todo mundo tem." - Tatuagem

por Brisa de Souza*  Em 1969, a comunidade lgbt sofria ataques violentos da polícia de Nova York em forma de invasão aos bares que frequentavam, e violências cometidas por parte das “autoridades”; o ataque mais marcante, foi o que aconteceu nas primeiras horas da manhã de 28 de junho no bar Stonewall Inn quando pessoas que estavam no local reagiram ao atentado, uma delas Marsha P. Johnson, mulher negra trans,

Culturas populares adaptam hábitos ancestrais durante os tempos de pandemia em Poços

AÇÕES DA CULTURA POPULAR EM POÇOS DE CALDAS  no contexto da Pandemia  Contextos e gerações das culturas populares em Poços de Caldas: por Gabriela Acerbi* Coletivos de cultura popular de Poços de Caldas estão, durante o contexto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), alinhando as práticas ancestrais às transmissões via live. RELEASE: AÇÕES DA CULTURA POPULAR EM POÇOS DE CALDAS  no contexto da Pandemia  Contextos e gerações das culturas populares

Vidas pretas importam: grupo de hip-hop grava clipe antirracista em Poços 

A cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado no Brasil. Estes são os dados da CPI do Senado sobre o Assassinato de Jovens divulgado em 2017 no país. Todo ano, 23.100 jovens negros de 15 a 29 anos são assassinados. São 63 por dia. Um a cada 23 minutos. Diante disso e dos recentes movimentos pelas vidas negra que causaram comoção no mundo todo, o grupo de hip-hop poços-caldense

Especial | listamos mais de 100 escritoras pretas e brasileiras para você conhecer

Pensando nas desculpas frequentemente usadas para justificar a ausência de mulheres pretas no mercado editorial, seja dentro de editoras, nas curadorias, ocupando lugares em eventos e festivais literários, etc, resolvemos criar essa lista com mais de 100 autoras pretas e brasileiras para você conhecer. A curadoria foi feita pela jornalista e editora do Margens, Jéssica Balbino e pela bibliotecária e empresária da Livraria Africanidades, Ketty Valencio, além de ter contado

Pode um corpo Gordo ser Anticapitalista?

A Tenda de Livros fará sua primeira transmissão ao vivo e será com tradução. Convidei ativistas e artistas gordas anticapitalistas do Brasil, Chile, Argentina e México para falarem de suas pesquisas sobre corpo gordo. Artistas, filósofas, escritoras, pesquisadoras decoloniais e ativistas de movimentos sociais anarquistas, feministas, antiespecista, LGBTTTQ+ e negro de diversas gerações compõem a roda de conversa. A ideia é trazer vários olhares sobre o corpo gordo sob uma