Artes plásticas e itinerância são destaques na Mostra Integrada de Artes

Artes plásticas e itinerância são destaques na Mostra Integrada de Artes

Sob curadoria de Fábio Lúcio Guedes, artistas expõe em Poços de Caldas e também em cidades vizinhas

Com início no próximo sábado (24), a Mostra Integrada de Artes (MIA) reúne, em Poços de Caldas (MG), mais de 70 atrações de múltiplas vertentes, propondo uma programação especial voltada às artes plásticas. Segundo o curador de artes visuais, Fábio Lúcio Guedes, a mostra apresenta diferentes artistas, com trabalhos que exploram desde técnicas em tecido, pintura, sucata, materiais recicláveis, madeira à experimentação. A agenda traz exposições itinerantes que ocupam diferentes espaços durante as ações da mostra.

Já no primeiro dia acontece a vernissage ‘sutura’, de bia brasileiro, no Espaço Cultural Ziriguidum, às 17h.

Na quarta-feira (28), o premiado artista plástico Marcelo Abuchalla, abre a exposição “Pra Já”, no Studio 1.3, que agora está de casa nova, na Rua Belém, 44.

Além disso, o artista Cláudio Guedes realiza exposição nas Thermas Antônio Carlos, que será aberta na terça-feira (27) às 16h, e no Parque Municipal Antônio Molinari, nos dias 31 de agosto e 01 de setembro, a partir das 14h.

Outro destaque são as esculturas de Reynaldo Alvim Prieto, que vão circular e ser expostas durante as atividades da mostra.

Vale destacar também que a curadoria de artes plásticas promove exposições em outras duas cidades da região. A artista Lilia de Oliveira Abreu expõe na Galeria Boca do Leão, em Águas da Prata (SP), e o artista Gustavo Noronha expõe na Casa de Cultura de Caldas (MG), a partir da sexta-feira (23),  às 18h.

“Neste processo curatorial definimos a exposição a partir de um convívio com o artista, com fins de elaboração de uma identidade pessoal e reconhecimento de seu próprio processo de criação. Faz-se importante a compreensão espiritual do artista, quer dizer, aquilo que o motiva, em seu cotidiano, a viver, e a partir daí pensar a questão fundamental da ‘precisão’ de mostrar, expor, curar, enfim, educar”, destacou o curador, Fábio Lucio Guedes.

De acordo com ele é importante que o público da MIA consiga apreciar as obras no campo das artes plásticas. “Quando o artista gera imagens, pinta, se expressa, ele nos traz o mundo e nos faz sentir propriamente vivos. Para a MIA, eu gostaria de destacar cada artista, Bia Brasileiro tem potência vanguardista, Reynaldo Alvim Prieto tem merecido reconhecimento de sua escultória ímpar e Cláudio Guedes possui vitalismo, sentido e referências inefáveis. Em especial, quero destacar a incrível arte bonequeira de Gustavo Noronha, cuja obra de importância e singularidade está ligada à Escola Guignard de Belas Artes e à Companhia Giramundo de Teatro de Bonecos. Dito isso, desejo que a MIA seja capaz de evidenciar a importância de cada artista da nossa cidade”, destacou.

Sobre a MIA

O evento é realizado por Chiara Carvalho, gestora cultural, viabilizado pelo edital para concessão de patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, com apoio da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas. Há, também, parceria com empresas da cidade e apoio do Poços de Caldas Convention & Visitors Bureau, Instituto Moreira Salles (IMS Poços), Sindicato de Hotéis, Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas, Atelier Obra 255, New York PUB, Bones Cervejaria, Climepe Total e Espaço Cultural Ziriguidum.

A Mia conta com coordenação geral do músico Breno Scalla Oliani, produção executiva de Jesuane Salvador e tem como equipe de curadores Eduardo Sueitt (música), Luciana Faria (fotografia), Fábio Guedes (artes plásticas) e Marcelo Leme (audiovisual).

 

Mais informações: https://medium.com/@mostradeartesintegradas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *