Com o evento “Encontro com a autora” ela conta a própria trajetória para alunos Na próxima segunda-feira (28.08) e quarta-feira (30.08) a poetisa Débora Garcia realiza o “Encontro com a autora” em duas escolas públicas de São Paulo. As atividades são gratuitas e fazem parte da agenda mensal de eventos da artista, que é também a criadora do Sarau das Pretas, mestre de cerimônias do Sarau dos Refugiados e lançou

Obra chega ao público no próximo sábado (26) às 20h30 em evento no Aparelha Luzia Inspirada pelo cotidiano e pela ancestralidade, a poeta Thata Alves, de 24 anos, lança no próximo sábado (26) às 20h30 o livreto “Troca”, no Aparelha Luzia, com música e performance da autora com textos do livro. A entrada é gratuita. A obra surge com o intuito de trocar não apenas as poesias, mas olhares sobre

Intervenção literária ocorre no evento “Raça Negra e Educação: 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” O Sarau das Pretas se apresenta nesta terça-feira (22) às 13h45 no Seminário “Raça Negra e Educação – 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” na Unifesp, em São Paulo (SP), levando a arte periférica para dentro da academia. A entrada é gratuita, porém as vagas são limitadas.

“Representando o Sofredor” é um convite ao rap de mensagem, com produção de Dj Luiz  Para provar que o rap de combate é necessário, o grupo Stillo Radical lançou, no aniversário de 44 anos da cultura hip-hop, celebrado na sexta-feira (11 de agosto) o single “Representando o Sofredor”, parte integrante do EP Cocaia e que conta com participações de Lauren, W.Gi do Consciência Humana e Bocão, integrante do De Menos

Jornalista abre inscrições para turma 02 para curso que aborda obras, trajetória e as vozes femininas das periferias na literatura brasileira atual Em razão da grande procura pelo curso “Pelas Margens: vozes femininas na literatura periférica”, a jornalista Jéssica Balbino abre a TURMA 02 para o curso, que vai abordar quem são as mulheres da literatura contemporânea brasileira a partir das margens e periferias. O curso acontece totalmente online, tem

EP conta com quatro composições da artista paulista que versa sobre violência e padrões estéticos O posicionamento político diante da vida é a marca do EP Pesada, de Anná, lançado neste mês de agosto e que promete sacudir não apenas o corpo com os sambas bem gravados e a voz que é uma das mais encantadoras da música contemporânea, mas também as ideias e a mente, com as várias informações

Em mês da visibilidade lésbica, poeta, editora e atriz fala sobre conquistas, arte e existência “Nos quiseram invisíveis, mas nós, lésbicas, sempre fomos história”. Esta é uma das muitas frases importantes ditas pela poeta e programadora cultural Bárbara Esmenia, de 33 anos, em entrevista ao Margens, convidada a falar sobre o mês da visibilidade lésbica, cuja data de comemoração é celebrada em 29 de agosto desde 1996 quando foi realizado

Evento ocorre no dia 16 de agosto com entrada gratuita e bate-papo com a autora sobre o amor e o processo criativo Para discutir a presença da mulher nos contos e o amor, a escritora Ana Esterque convida para o lançamento do livro “O amor não presta para nada” no próximo dia 16 de agosto (quarta-feira) das 18h às 21h na Livraria Giostri, que fica na Casa das Rosas. No

No interior de Minas, publicitária Leila Vilhena cria a “Vitrolaria”, fazendo da sua paixão pelos antigos toca-discos um movimento cultural e um negócio criativo O som da agulha riscando o disco de vinil, soando frequências graves e agudos que escapam ao MP3, é incomparável.  Essa é a afirmação de muitas pessoas que buscam nas vitrolas novas experiências musicais. Um movimento que vai muito além da onda retrô e acessa memórias

Poetisa lançou o clipe “Pretas Panteras” gravado em São Paulo com participação de Luana Hansen e Sarau das Pretas  Com versos potentes e contexto histórico, a poetisa Débora Garcia lançou, no último dia 25 de julho, o clipe “Pretas Panteras”, gravado na Brasilândia, em São Paulo (SP), onde ela reside. Este é o primeiro trabalho dela no rap, como MC. Na canção, que tem quatro minutos, Débora Garcia, até então