Em 'Síndrome do Pânico', Dexter traça paralelo entre políticos e palhaços

Ácido, rapper lança clipe com superprodução e direção assinada por João Wainer e Bruno Miranda Sem medo de colocar o dedo na ferida, o rapper Dexter, também conhecido como Oitavo Anjo, lançou, neste domingo (08) o clipe Síndrome do Pânico, do single de mesmo nome, lançado no último mês de junho, em parceria com o rapper LF. Com roupas de artista circense, Dexter faz uma alusão ao momento político atual

“Como já disse Racionais, nossos motivos pra lutar ainda são os mesmos. Estamos em 2017 e o racismo cria novas formas para manter velhos privilégios. A nossa reação não é novidade, é soma da nossa vida com os esforços de quem lutou no passado para conquistarmos muitas coisas hoje”, afirma Marc Jay, integrante do Stillo Radical, ao se referir à música “Não vão nos calar” que integra o EP Cocaia

Disco com 10 faixas é o primeiro autoral da cantora gaúcha que vive em Minas Gerais Apaixonada por música desde a infância, Leila Rosa lança o primeiro álbum autoral “Recomeço”, para marcar o conjunto de sentimentos e ações que acumula em mais de 30 anos de carreira. O lançamento do disco acontece nesta sexta-feira (29) às 18h no Âncora Coffee House em Poços de Caldas. A entrada é gratuita. Gaúcha

“Representando o Sofredor” é um convite ao rap de mensagem, com produção de Dj Luiz  Para provar que o rap de combate é necessário, o grupo Stillo Radical lançou, no aniversário de 44 anos da cultura hip-hop, celebrado na sexta-feira (11 de agosto) o single “Representando o Sofredor”, parte integrante do EP Cocaia e que conta com participações de Lauren, W.Gi do Consciência Humana e Bocão, integrante do De Menos

EP conta com quatro composições da artista paulista que versa sobre violência e padrões estéticos O posicionamento político diante da vida é a marca do EP Pesada, de Anná, lançado neste mês de agosto e que promete sacudir não apenas o corpo com os sambas bem gravados e a voz que é uma das mais encantadoras da música contemporânea, mas também as ideias e a mente, com as várias informações

No interior de Minas, publicitária Leila Vilhena cria a “Vitrolaria”, fazendo da sua paixão pelos antigos toca-discos um movimento cultural e um negócio criativo O som da agulha riscando o disco de vinil, soando frequências graves e agudos que escapam ao MP3, é incomparável.  Essa é a afirmação de muitas pessoas que buscam nas vitrolas novas experiências musicais. Um movimento que vai muito além da onda retrô e acessa memórias