#BingoLitNegra: Um bingo para a literatura negra

Escritora cria bingo para ler autores e autoras negras  Esta eu hoje lá no Twitter quando me deparei com o #BingoLitNegra, com uma lista incrível feita pela Stephie Borges  em que ela organiza vários autores e autoras de todo o mundo. Pedi então permissão para reproduzir a lista aqui, creditando a elas o trabalho que foi produzí-la. No meio do caminho, encontrei um post no blog da Solaine Chioro   em que

Autora afrofuturista N.K. Jemisin recebe prêmio de literatura sci-fi 3 vezes seguidas

Segundo volume do universo distópico de “A Terra Partida” chega ao Brasil em setembro pela Morro Branco Em algumas semanas começa a primavera no Brasil. Passeios ao ar livre, sábados de sol e flores cobrindo o chão são cenas comuns nesse período – quase sempre agradável ao corpo e aos olhos. Mas como seriam as estações do ano num mundo desequilibrado e com terremotos semi-controlados por humanos? Existiriam estações? É

Encontro discute afrofuturismo, obra de Octavia Butler e Pantera Negra

Evento reúne a blogueira Patricia Anunciada, a publicitária Joyce Orestes, a empresária Ketty Valencio e professor Petê Rissati Ocorre, nesta quinta-feira (9)  das 19h30 às 22h o lançamento do livro “A Parábola do Semeador”, de Octavia Butler, pela Editora Morro Branco e o debate “Afrofuturismo: de A Parábola do Semeador à Pantera Negra”, o que as histórias da autora Octavia Butler têm em comum com Pantera Negra? E o tudo

Inauguração será no próximo dia 09 de dezembro, com lançamento do romance Bará, da autora Miriam Alves No próximo dia 09 de dezembro a bibliotecária Ketty Valencio, de 34 anos, inaugura a loja física da Livraria Africanidades, criada para ampliar o acesso à literatura feita por mulheres negras. A sede batizada de Lá do Mato foi criada com o objetivo de ser um espaço colaborativo para mulheres empreendedoras. Durante a

“Lê pro Erê” é uma das ações da InaLivros para inspirar os pequenos  Para incentivar a leitura para crianças, InaLivros criou a campanha interativa “Lê pro Erê”, que chega para reforçar a importância do hábito, especialmente dos adultos para com os pequenos, como forma de inspiração e espelho. Especializada em literatura negra e da diáspora africana, a livraria virtual e itinerante tem como ideia apresentar ao público as múltiplas formas

Intervenção literária ocorre no evento “Raça Negra e Educação: 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” O Sarau das Pretas se apresenta nesta terça-feira (22) às 13h45 no Seminário “Raça Negra e Educação – 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” na Unifesp, em São Paulo (SP), levando a arte periférica para dentro da academia. A entrada é gratuita, porém as vagas são limitadas.

Jornalista abre inscrições para turma 02 para curso que aborda obras, trajetória e as vozes femininas das periferias na literatura brasileira atual Em razão da grande procura pelo curso “Pelas Margens: vozes femininas na literatura periférica”, a jornalista Jéssica Balbino abre a TURMA 02 para o curso, que vai abordar quem são as mulheres da literatura contemporânea brasileira a partir das margens e periferias. O curso acontece totalmente online, tem

Em mês da visibilidade lésbica, poeta, editora e atriz fala sobre conquistas, arte e existência “Nos quiseram invisíveis, mas nós, lésbicas, sempre fomos história”. Esta é uma das muitas frases importantes ditas pela poeta e programadora cultural Bárbara Esmenia, de 33 anos, em entrevista ao Margens, convidada a falar sobre o mês da visibilidade lésbica, cuja data de comemoração é celebrada em 29 de agosto desde 1996 quando foi realizado

Escolha da data de lançamento é também para comemorar o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha Para refletir sobre o papel da mulher negra no mundo, a poetisa Débora Garcia lança, nesta terça-feira (25) o clipe da música Pretas Panteras na Ação Educativa, no centro de São Paulo, com entrada gratuita. O clipe, assim como a música, é uma reverência à data, em que comemora-se o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana

Jéssica Balbino assume cadeira de número 31 após pedir troca de patrono por autora negra brasileira A jornalista e escritora  Jéssica Balbino, assume, nesta quinta-feira (20) a cadeira de número 31 na Academia Poços-Caldense de Letras. A cerimônia será às 20h no Espaço Cultural da Urca, em Poços de Caldas (MG) com entrada gratuita. A jornalista que é autora dos livros Pelas Margens (no prelo), Traficando Conhecimento (Editora Aeroplano, 2010)