Escritor que redigiu livro no celular dentro do trem é convidado do clube Lá na Laje, no Sesc Pompeia

Na mesma mesa, a poeta Jô Freitas também fala sobre o projeto “Mulheres em Travessia”, sobre histórias de imigrantes No próximo dia 16 de maio às 19h30 o Sesc Pompeia realiza a terceira mesa projeto  “Lá na laje: clube do livro sem livro” e recebe como convidados o escritor Jessé Andarilho, do Rio de Janeiro e a poeta Jô Freitas, baiana que vive em São Paulo. A mediação é da

Com poetas 'best-sellers', Sesc Pompeia estreia 'Lá na Laje': clube de livros sem livros

Atividade, que conta com curadoria da jornalista Jéssica Balbino, traz em seu primeiro encontro, no dia 21 de março, os poetas Ryane Leão e Pedro Gabriel O Sesc Pompeia promove a primeira edição do projeto “Lá na laje: clube do livro sem livro”, no dia 21 de março, às 19h30. Com curadoria compartilhada entre a jornalista Jéssica Balbino e o núcleo socioeducativo do Sesc Pompeia, o encontro conta com os

Especial de dois anos do Sarau das Pretas é celebrado na Casa das Rosas

Coletivo comemora aniversário com apresentação gratuita e microfone aberto no próximo dia 17 de março Para celebrar o aniversário de dois anos, o Sarau das Pretas realiza um sarau especial no próximo dia 17 de março na Casa das Rosas em São Paulo (SP). O encontro terá microfone aberto, entrada gratuita, bolo e sorteio de brindes. O evento comemorativo vai também relembrar a trajetória do sarau, cujo coletivo é formado

Alforria, folia e fúria: as reivindicações que vimos no Carnaval 2018

Impressões sobre o grito do povo preto nas ruas durante o Carnaval  por Jô freitas*  SER EM SÃO PAULO, UM BLOCO AFRO COMPOSTO SOMENTE POR PRETAS E PRETOS – UM BLOCO PRETO. CONSTRUI-LO COLETIVAMENTE, EM COMUNHÃO. CONSTRUI-LO ENQUANTO CONSTRUIMOS NOSSO AMANHÃ A PARTIR DE NOSSAS TRADIÇÕES, JUNTO DE NOSSOS SEMELHANTES, DE FORMA QUE ELE SEJA FRUTO E REALIZAÇÃO PRETA. CULTUAMOS A ANCESTRALIDADE POR MEIO DO TAMBOR COMO FUNDAMENTO E PONTO DE

Intervenção literária ocorre no evento “Raça Negra e Educação: 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” O Sarau das Pretas se apresenta nesta terça-feira (22) às 13h45 no Seminário “Raça Negra e Educação – 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar” na Unifesp, em São Paulo (SP), levando a arte periférica para dentro da academia. A entrada é gratuita, porém as vagas são limitadas.

Poetisa lançou o clipe “Pretas Panteras” gravado em São Paulo com participação de Luana Hansen e Sarau das Pretas  Com versos potentes e contexto histórico, a poetisa Débora Garcia lançou, no último dia 25 de julho, o clipe “Pretas Panteras”, gravado na Brasilândia, em São Paulo (SP), onde ela reside. Este é o primeiro trabalho dela no rap, como MC. Na canção, que tem quatro minutos, Débora Garcia, até então

Escolha da data de lançamento é também para comemorar o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha Para refletir sobre o papel da mulher negra no mundo, a poetisa Débora Garcia lança, nesta terça-feira (25) o clipe da música Pretas Panteras na Ação Educativa, no centro de São Paulo, com entrada gratuita. O clipe, assim como a música, é uma reverência à data, em que comemora-se o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana

Após 35 dias entre Pucusana e Lima, artista brasileira captou narrativas de “Mulheres em Travessia” e realizou intervenção com o material Durante o mês de abril a artista Jô Freitas viajou para o Peru, onde ficou por 35 dias, produzindo material para o projeto “Mulheres em Travessia”, que tem como objetivo contar histórias de mulheres que saíram do local onde nasceram para construir a própria vida e narrativa. As histórias

Coletivo estará no Estéticas das Periferias e também no Sarau “Na Margem” com a poeta portuguesa Raquel Lima Para seguir a trajetória em diferentes territórios, o Sarau das Pretas integra a programação da Mostra de Artes Cênicas no evento Estéticas das Periferias no próximo dia 25 de maio. Já no dia 26, se apresenta no sarau Na Margem, no Sesc Pinheiros. Ambas ações vão ao encontro da proposta do coletivo,

Jô Freitas embarca para Pucusana no próximo dia 11 para ouvir e contar histórias de mulheres que vivem em vilarejo de pescadores Para resgatar histórias de mulheres que possuem vivências de migração, a atriz, poeta e dançarina Jô Freitas criou o projeto “Mulheres em Travessia”, que reúne poesia e intervenção urbana, além de uma conexão afetiva com quem se dispõe a contar a própria história. No próximo dia 11 de