FOME: o soco no estômago dado pela escrita da gorda Roxane Gay

Livro de norte-americana reconstrói a biografia do próprio corpo e coloca o dedo na ferida da gordofobia  por Jéssica Balbino* Não tem outro jeito de fazer a resenha do livro FOME: uma autobiografia do (meu) corpo, da Roxane Gay  (Globo Livros, 290 páginas) sem ser de uma forma pessoal. O livro apareceu para mim, na timeline, como tantos outros, mas me chamou a atenção imediatamente: que livro é esse que fala sobre

“Quer esconder preconceito preocupado com a minha coluna (…)”, esse é um dos versos da música I.M.C., que integra o álbum Rap Plus Size, das rappers Issa Paz, 23 anos e Sara Donato, de 25 anos. O primeiro videoclipe  com direção da TV Senac foi lançado na internet nesta segunda-feira (27) e até esta publicação já ultrapassava as 17 mil visualizações. Escolhemos esse nome pois nós duas somos gordas e