Quando você vota no Bolsonaro, você me mata!

Queridos amigos e familiares, “Eu vi vencedores nos olhos de muitos derrotados. Dignidade é tudo”. ___ Sérgio Vaz Este texto não é pra tentar te fazer mudar seu voto. Seria incoerente da minha parte, já que uma das coisas que mais gosto na democracia é a nossa possibilidade escolher quem melhor se alinha com nossas propostas e valores. Mas, é um texto para que você saiba que, ao votar em

ponderações sobre o slam resistência e algo mais por Luiza Romão* talvez hoje, em são paulo, a literatura (através dos slams e saraus) seja um dos movimentos capazes de agregar e mobilizar mais pessoas. estamos nos bares, nas praças, nos terminais e nos trens, nas quebras e nos centros, nas noites e nos amanhãs, com versos engajados, ácidos, sem papas nas línguas. atacamos o status quo, as desigualdades de gênero,