RESENHA | Lírico e voraz, “A Casa na Rua Mango” é um passeio em busca de ‘um teto todo seu’

Publicado pela primeira vez em 1984, romance da literatura chicana de Sandra Cisneros chegou este ano ao Brasil  “Ela acha que histórias dizem respeito à beleza (…) Ela pensa que as pessoas que estão ocupadas tentando ganhar a vida merecem belas pequenas histórias porque elas não têm muito tempo e estão quase sempre cansadas”, é assim que Sandra Cisneros apresenta o próprio livro, “A Casa na rua Mango”, que chegou

Por que se suicidam as folhas quando se sentem amarelas?

por Brisa de Souza*  Percebi que semana passada comecei a coluna direta, bruta, sem apresentar a mim ou a proposta do que já é. Faço fotografia e escrevo, assim como produzo – tudo está associado, interligado, são codependentes. As artes se encontram quase sem querer, como o teatro, que estudei quando tinha 13-14 anos e reencontrei fora do papel de público, em 2019 quando produzi o Palco Giratório** (Sesc Paraty);

Ninguém vai lembrar de mim, de Gabriela Soutello | Especial Dia da Visibilidade Lésbica

Autora fala de um livro sobre memórias, desejos dissonantes e fissuras, não necessariamente nesta ordem. Gabriela Soutello escreve desde que pode se lembrar. E desde o início da adolescência, se dedica a explorar a própria escrita e linguagem, por meio dos contos, da literatura e do teatro.  Aos 26 anos, com duas FLIPs na bagagem – primeiro como escritora em aposta e depois como a própria aposta – lança seu

RESENHA | "Minha irmã, a serial killer" eleva a literatura nigeriana publicada no Brasil a outro nível

Obra de estreia da slammer e escritora Oyinkan Braithwaite revela thriller psicológico e ressalta patriarcado nigeriano  Provocativo a partir do título, chegou ao Brasil em março o livro “Minha irmã, a serial killer”, da slammer e escritora nigeriana Oyinkan Braithwaite. Publicado pela editora Kapulana, com tradução de Carolina Kuhn Facchin , o livro já teve os direitos vendidos para o cinema e já foi traduzido para outras quatro línguas, revelando o

Resenha | Cidade Espanto, de Clarissa Carramilo, uma voz necessária na literatura contemporânea

Romance de estreia nos traz personagens marcantes e formas corajosas ambientado em São Luís (MA)  Eu nunca tinha ouvido falar da Clarissa Carramilo até que, por acaso, ouvindo pela segunda vez o podcast da Mulheres que Escrevem, esbarrei num episódio dedicado ao “Cidade Espanto”, feito com a jornalista e escritora Seane Melo e a escritora Camila Chaves. Fiquei louca. No dia seguinte, entrei em contato e comprei, via site, o

Resenha | Gabyanna, negra & gorda

Encontrar um amor e formar uma família. É difícil dizer que nunca pensou sobre isso, seja de forma isolada – encontrar o amor – e – forma a família – ou as duas coisas juntas. Quem é que nunca imaginou que tudo se ajeitaria após o casamento? Quem é que nunca pensou que teria filhos – um ou vários – para não estar mais só no mundo. Quem é que

Quando a vítima vai parar no banco dos réus, o caso de Marie, no livro "Falsa Acusação Uma História Verdadeira"

Publicado no Brasil pela editora Leya, obra foi escrita pelos jornalistas T. Christian Miller & Ken Armstrong  Imagine sofrer um estupro na sua própria cama, denunciá-lo à polícia e acabar como ré do próprio processo, acusada de mentir à polícia. Por mais inverossímil que pareça, isso aconteceu na vida de Marie, quando, aos 18 anos, foi vítima de um estupro e acabou sendo processada pelo estado e esta é a

"Se não eu, quem vai fazer você feliz?" conta a história de amor entre Chorão e Graziela Gonçalves

História de amor nos fazer ter vontade de viver nossos próprios sonhos, afinal, temos tão pouco tempo Que eu sou a louca dos livros, rata de livraria e biblioteca todo mundo já sabe. Eis que, na última quinta-feira eu estava em uma unidade da Livraria Cultura em São Paulo e me deparei com o livro “Se não eu, quem vai fazer você feliz? – minha história de amor com o

Perdas e esperança se entrelaçam em livro de estreia de Rutendo Tavengerwei, que está no Brasil

Romance “Esperança para voar” lançado pela editora Kapulana é o de estreia da jovem autora do Zimbabué A jovem escritora e revelação literária do Zimbábue, Rutento Tavengerwei, está no Brasil neste mês para participar da 2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho (FLIPELÔ), que acontece de 8 a 12, em Salvador. O encontro, ao lado da historiadora Luiza Reis, será na quinta-feira (9), às 18h, no Teatro do Sesc-Senac. Durante o

“Fiel” narra as decisões de um adolescente que comanda o tráfico de drogas do RJ

Livro centraliza, ilustra e questiona o poder das escolhas, dentro e fora do tráfico “Fiel” não é um livro autobiográfico, mas poderia muito bem ter sido. Pelo menos, é o que dá a entender o autor Jessé Andarilho nos agradecimentos de seu romance de estreia. Escrito ao longo de dois anos durante viagens de trem no Rio de Janeiro, “Fiel” é um livro acelerado, que faz a gente repensar várias