Ninguém vai lembrar de mim, de Gabriela Soutello | Especial Dia da Visibilidade Lésbica

Autora fala de um livro sobre memórias, desejos dissonantes e fissuras, não necessariamente nesta ordem. Gabriela Soutello escreve desde que pode se lembrar. E desde o início da adolescência, se dedica a explorar a própria escrita e linguagem, por meio dos contos, da literatura e do teatro.  Aos 26 anos, com duas FLIPs na bagagem – primeiro como escritora em aposta e depois como a própria aposta – lança seu

Professora lança o primeiro livro de poesias e comemora o ciclo que está vivendo Inaugurando possibilidades, chega à cena da literatura marginal/periférica nesta quinta-feira (10) o livro “Toda via,”, de Michele Santos. Com lançamento no sarau Sobrenome Liberdade, no extremo da Zona Sul de São Paulo, a obra é a primeira autoral da professora das redes pública e estadual de São Paulo. Questionada sobre como está o coração com o