Livraria Africanidades celebra 7 anos com ‘Okupação Poesia Preta’ no Instagram

Durante 4 dias, poetas de diferentes estados são convidadas a declamar no perfil do empreendimento Neste mês de dezembro a Livraria Africanidades – primeira especializada em literatura negra no país – completa 7 anos e, para celebrar, a empreendedora do espaço e também bibliotecária Ketty Valencio organizou a ‘Okupação Poesia Preta’ no Instagram da livraria, com 4 poetas de 4 diferentes estados em 4 atos poéticos, durante 4 dias. O

Mel Duarte lança ‘Colmeia,’ livro que celebra 10 anos de carreira

Título reúne obra completa da escritora e traz textos celebrativos de Emicida, Preta Ferreira e Ryane Leão; prefácio é de Elizandra Souza  Para celebrar os 10 anos de carreira na literatura, Mel Duarte lança, neste dia 19 de novembro – quando comemora também o próprio aniversário – a pré-venda do livro Colmeia, que reúne toda a obra até aqui, com alguns poemas inéditos e também textos celebrativos de  Ryane Leão,

Cine Olhar faz live com Eliane Caffé, diretora do Era o Hotel Cambridge

Projeto fez adaptação e criou cineclube em parceria com a Mubi Brasil, disponibilizando filmes através de curadoria especializada  “Quando duas curadorias se unem, tudo fica mais incrível”, essa é a proposta da junção do projeto Cine Olhar com a Mubi Brasil – serviço temático de filmes via streaming – neste ano, em razão da pandemia. Além disso, o projeto oferece lives com diferentes personalidades do cinema. Nesta quinta-feira (29) às

Alessandro Buzo prepara lançamento de cinco livros em três meses

O escritor Alessandro Buzo prepara, para estes três últimos meses do ano o lançamento de cinco novos livros. A empreitada ocorre durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e aposta na produção literária para garantir renda e sobrevivência nesta fase. Em entrevista exclusiva para o Margens, ele conta como foram os processos e fala sobre os livros. Confira:  Você vai lançar cinco livros em três meses. Como veio essa ideia

RESENHA | A inquietação social na Suíte Tóquio, de Giovana Madalosso

por Tadeu Rodrigues* Nas mãos, um colorido desprendido da norma, em meio à moda fotomontagem, buscando desavenças entre uma borboleta laranja em forma de olhos, um semáforo que impõe um sinal verde no lugar do vermelho, seios (e mais olhos), maçã cortada, escada, orelha e cores salteadas na mão de designers decerto bem preparadas para isso, com um amarelo no verso como se marcasse o texto de uma obra toda

Cine Olhar exibe ‘Canção da Volta’ gratuitamente e discute suicídio 

Atriz principal do filme, Marina Person, fará live com a curadora do projeto  A partir desta sexta-feira (25) até a segunda-feira (28), o Cine Olhar exibe, gratuitamente, o filme brasileiro “Canção da Volta”, do diretor Gustavo Rosa de Moura, protagonizado por Marina Person e João Miguel. Além da exibição do filme, a curadora Larissa Freitas bate um papo com a atriz Marina Person.  Para participar, as pessoas interessadas devem acessar

Cine Olhar estreia com exibição  online e gratuita do filme “Fotografação” 

Sessão será seguida de debate com a curadora do projeto, Larissa Freitas Com estreia programada para a próxima sexta-feira (11), o Cine Olhar, que neste ano ocorre digitalmente por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), traz a exibição gratuita do filme “Fotografação” e um debate com a curadora do projeto, Larissa Freitas. Para participar, as pessoas interessadas devem acessar o site do projeto (www.cineolhar.com.br) e fazer um rápido cadastro.

Setembro Amarelo & Sessão de Terapia, temp 04

por Brisa de Souza* Aproveitando a resenha da semana passada onde não trouxe o clássico do audiovisual que são longas ou curtas, hoje trago uma série; mais especificamente a quarta temporada da série “Sessão de Terapia”, até então dirigida por Selton Mello e agora também estrelada por ele, dando vida a Caio Barone, um analista recém-traumatizado pela morte da esposa e filha. Conheci essa temporada de “Sessão de Terapia” logo

curso online | corpos dissidentes: lugar e memória 

O que são corpos dissidentes e quais locais eles ocupam e estão autorizados a frequentar?  Com base nesta pergunta, sugerimos este curso sobre corpos considerados inadequados, a quem é negado o lugar e, por conseguinte, a memória. Ao negar lugar e memória a um corpo, nega-se a esse sujeito características fundamentais humanidade ou seja o que nos configura enquanto espécie, que vai se materializar em sociedade na violação dos direitos

PANDORAS inicia turnê virtual de circo feminista pelo interior do país 

Coletivo é formado por três artistas goianas e percorrerá 13 cidades dos estados de Goiás, Tocantins, mato Grosso do Sul e Bahia com exibições de espetáculos provocantes e ciclo de debates em parceria com organizações locais. A partir do próximo dia 05 de setembro o país conhecerá uma nova forma de promover circulação de artes cênicas com o coletivo Pandoras. Distante do eixo sul-sudeste, que concentra as iniciativas culturais com