RESENHA | Lírico e voraz, “A Casa na Rua Mango” é um passeio em busca de ‘um teto todo seu’

Publicado pela primeira vez em 1984, romance da literatura chicana de Sandra Cisnegros chegou este ano ao Brasil  “Ela acha que histórias dizem respeito à beleza (…) Ela pensa que as pessoas que estão ocupadas tentando ganhar a vida merecem belas pequenas histórias porque elas não têm muito tempo e estão quase sempre cansadas”, é assim que Sandra Cisneros apresenta o próprio livro, “A Casa na rua Mango”, que chegou

1º Festival de Literatura Negra na ZN de SP tem mesas que vão de ancestralidade a afrofuturismo

Com curadoria de Ketty Valencio, esta é a primeira edição do evento, que propõe mesas e oficinas interativas, tudo online  Para fomentar o incentivo à leitura através das narrativas protagonizadas por pessoas pretas, a bibliotecária Ketty Valencio – à frente da Livraria Africanidades – anuncia o primeiro Festival Literário de Literatura Negra da Zona Norte de São Paulo, o Fellin, que ocorre entre os dias 13 e 17 de julho

Vidas pretas importam: grupo de hip-hop grava clipe antirracista em Poços 

A cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado no Brasil. Estes são os dados da CPI do Senado sobre o Assassinato de Jovens divulgado em 2017 no país. Todo ano, 23.100 jovens negros de 15 a 29 anos são assassinados. São 63 por dia. Um a cada 23 minutos. Diante disso e dos recentes movimentos pelas vidas negra que causaram comoção no mundo todo, o grupo de hip-hop poços-caldense

Especial | listamos mais de 100 escritoras pretas e brasileiras para você conhecer

Pensando nas desculpas frequentemente usadas para justificar a ausência de mulheres pretas no mercado editorial, seja dentro de editoras, nas curadorias, ocupando lugares em eventos e festivais literários, etc, resolvemos criar essa lista com mais de 100 autoras pretas e brasileiras para você conhecer. A curadoria foi feita pela jornalista e editora do Margens, Jéssica Balbino e pela bibliotecária e empresária da Livraria Africanidades, Ketty Valencio, além de ter contado

Rádio Quarenteninha promove 11h de festival para crianças pelo Instagram

Yoga, palhaçaria, contação de histórias e poesia são algumas das atrações confirmadas  Com uma programação voltada às crianças e a quebra do tédio durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), a Rádio Quarenteninha, comandada pelo casal Leiloka e Zuca, anuncia, para o próximo domingo (31) o Festival Quarentinha, com programação ao vivo e conteúdo exclusivo das 9h às 18h, pelo instagram do projeto.  Entre as atrações estão confirmadas atividades

“E se?” - a urgência pelo debate sobre curadoria no mercado literário brasileiro 

Quantas vezes deixamos de nos posicionar por medo ou melindre  “E se eu disser o que penso e não for convidada para integrar aquele projeto?”. “E se eu endossar o coro de racista àquele organizador/curador e ele não me chamar mais para as festas privadas que faz?”. “E se eu parar de curtir os post daquela curadora e ela não me chamar mais para trabalhar de graça para ela no

Livraria Africanidades reúne coletivos para o ‘Levante Literário’ em roda de conversa online 

Evento ocorre no próximo dia 21 de maio através da plataforma Meets e as inscrições são gratuitas  “A revolução será realizada através de um papel e caneta? ou/e ela, a revolução, será preta e indígena?”. Com estas questões que a Livraria Africanidades realiza, no próximo dia 21 de maio às 18h30 o ‘Levante Literário’, em formato online, que consiste em uma roda de conversa com diferentes coletivos compostos por mulheres

vamos falar de gordocentricidade?

por Jéssica Balbino*  tá. mas o que é isso? esse neologismo que tem como premissa uma forma de ver e analisar o mundo tendo a perspectiva de pessoas gordas como o centro. é, basicamente, sobre acolhimento, partilha e ausência de culpa. e por que isso?  vamos lá! quanto você aguenta ou aguentaria de violência em nome da boa convivência, de um trabalho, de um emprego, de um relacionamento, de uma

Aliás Editora lança Bons Ventos, projeto de financiamento coletivo  na modalidade assinatura

A Aliás Editora – iniciativa formada pelas artistas Anna K Lima, Jéssica Gabrielle Lima e Isabel Costa – lança um projeto de financiamento coletivo na modalidade assinatura. A ação acontece na plataforma Catarse e visa movimentar a cena literária, criar produtos inovadores, incentivar processos de escrita e permitir que a sólida base de leitores da casa editorial continue consumindo produtos com a qualidade já conhecida. Quem apoiar a campanha mensalmente terá direito a recompensas