Cine Olhar exibe ‘Canção da Volta’ gratuitamente e discute suicídio 

Cine Olhar exibe ‘Canção da Volta’ gratuitamente e discute suicídio 

Atriz principal do filme, Marina Person, fará live com a curadora do projeto 

A partir desta sexta-feira (25) até a segunda-feira (28), o Cine Olhar exibe, gratuitamente, o filme brasileiro “Canção da Volta”, do diretor Gustavo Rosa de Moura, protagonizado por Marina Person e João Miguel. Além da exibição do filme, a curadora Larissa Freitas bate um papo com a atriz Marina Person. 

Para participar, as pessoas interessadas devem acessar o site do projeto (www.cineolhar.com.br), ir na aba ‘em cartaz’ e fazer um rápido cadastro. Em seguida, será liberado um link e será possível assistir ao filme. Já o bate-papo ocorre nas redes sociais do projeto. Todas ações serão gratuitas.

O filme “Canção da Volta” fala da vida após tentativa de suicídio e faz alusão ao mês em que estamos, em que se celebra o ‘setembro amarelo’, em favor da valorização da vida. 

O suspense sobre o que teria acontecido à depressiva Julia (Marina Person) pauta as primeiras sequências, apresentadas pela fotógrafa Flora Dias com um visual escuro e, sob certo aspecto, sombrio. Seu marido Eduardo (João Miguel), apresentador de um programa de literatura na TV, acaba de chegar de viagem e não a encontra em casa. Inicialmente ele tenta tranquilizar os filhos (Francisco Miguez e Stella Hodge), o que, no fundo, aumenta o problema: ao assumir um comportamento dissimulado, que esconde sua inquietação, faz pesar ainda mais o fardo que carrega, o que acabará desgastando as relações na família.

Julia reaparece (em um hospital), e é a partir da sua volta que o roteiro de Rosa de Moura e Leonardo Levis se desenvolve. A rotina do casal à sombra do medo de uma possível recaída da mulher é acompanhada pelo ponto de vista de Eduardo – uma opção ao mesmo tempo interessante e arriscada na medida em que, aparentemente, a alma atormentada é a dela.

A trama aos poucos revela que ele não ficará imune a esse tormento. Em mais uma grande atuação, João Miguel dá conta de apresentar essa descida rumo ao abismo, enquanto Marina Person, um pouco em função desse distanciamento narrativo, constrói uma personagem menos intensa do que sugere a história.

 “O Cine Olhar manterá no entanto seu objetivo principal de exibições de cinema gratuitas para toda a população de Poços de Caldas, entretanto, foi readequado para acontecer em ambiente virtual”, explica Larissa Freitas, curadora do projeto.

 

Live com Marina Person

A atriz principal do filme participa, de uma conversa com a curadora, Larissa Freitas, sobre a atuação e o cinema brasileiro. A live será no canal do Youtube do projeto https://www.youtube.com/c/olharcircular

Marina Person, é uma atriz, cineasta e apresentadora. Foi Vj da MTV Brasil entre 1995 e 2011. Fez o “Cinedrops” na Rádio Eldorado, boletins diários que falam de música e cinema, e “O Papel da Vida”, no Canal Brasil. Já trabalha naTV Cultura, Glitz* e Canal Brasil. E atualmente tem o canal ‘Marinando’ no Youtube. 

Cineclube digital 

Segundo a produtora executiva do projeto, Valéria Freitas, o Cine Olhar pós-pandemia foi idealizado com base nos cineclubes que estão acontecendo em todo o mundo. “Fizemos uma parceria com plataformas de streaming de exibições e com uma distribuidora de filmes, a Mubi e a Pandora, visando realizar o Cine Olhar de forma segura e que contemple o mesmo número de pessoas proposto no projeto original. No entanto, realizar pela internet dará oportunidade para que toda a população possa assistir a filmes que elas não teriam acesso seja nas salas de cinema ou até mesmo pelas plataformas de streaming que são pagas”, comenta.

As criadoras do projeto iniciaram também um grupo online, no Facebook, para reunir amantes do cinema e provocar conversas e discussões acerca dos filmes que serão exibidos, além de trocar outras informações. O link para conferir é http://bit.ly/grupocineolhar 

Como vai funcionar? 

Através de parcerias com a Mubi plataforma de streaming e a Distribuidora Pandora, o Cine Olhar irá disponibilizar gratuitamente entre os meses de setembro a dezembro, códigos de assinantes gratuitos para que qualquer pessoa possa acessar e assistir a filmes brasileiros e estrangeiros diretamente das plataformas.  

Além disso, o projeto oferecerá cineclubes online, com debates propostos pelas curadoras e convidados, para debater os filmes, com participação do público nas discussões. Todas as lives contarão com a tradução simultânea em LIBRAS para pessoas com deficiência auditiva.

 

Sobre o projeto 

O Cine Olhar é um projeto cultural realizado pelo Governo de Minas, por meio das Leis de Incentivo à Cultura e promove gratuitamente desde 2016 exibições de obras cinematográficas coerentes com temáticas sociais, atrelando sempre o entretenimento e a cultura.

 

Serviço – Mais informações sobre o projeto podem ser acessadas pelos links

www.cineolhar.com.br

www.instagram.com/_cineolhar

www.facebook.com/cineolharprojeto   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *