ABRE PRÉ VENDA DO LIVRO LUTE COMO UMA GORDA

No mês de Visibilidade à Luta Antigordofobia, a filósofa feminista Malu Jimenez, em parceria com a casa editorial Philos, lança a obra lute como uma gorda, que denuncia a patologização dos corpos gordos femininos O livro lute como uma gorda propõe desvendar o universo gordo na contemporaneidade, delatando como esses corpos são concebidos institucionalmente e como essas mulheres gordas se autopercebem, aceitam ou resistem à gordofobia.  “Quando um corpo não

Cine Olhar estreia com exibição  online e gratuita do filme “Fotografação” 

Sessão será seguida de debate com a curadora do projeto, Larissa Freitas Com estreia programada para a próxima sexta-feira (11), o Cine Olhar, que neste ano ocorre digitalmente por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), traz a exibição gratuita do filme “Fotografação” e um debate com a curadora do projeto, Larissa Freitas. Para participar, as pessoas interessadas devem acessar o site do projeto (www.cineolhar.com.br) e fazer um rápido cadastro.

Setembro Amarelo & Sessão de Terapia, temp 04

por Brisa de Souza* Aproveitando a resenha da semana passada onde não trouxe o clássico do audiovisual que são longas ou curtas, hoje trago uma série; mais especificamente a quarta temporada da série “Sessão de Terapia”, até então dirigida por Selton Mello e agora também estrelada por ele, dando vida a Caio Barone, um analista recém-traumatizado pela morte da esposa e filha. Conheci essa temporada de “Sessão de Terapia” logo

Ìyálewà - "Não devo nada pro império."

por Brisa de Souza* Ontem (02 de setembro) a performance filmada “Ìyálewà” de Joana Marinho teve estreia no Instagram no “Encontro das Culturas de Asé” e por ser uma performance gravada eu pensei muito se caberia na coluna; mas se TV e cinema não são atuações editadas, o que mais seria, certo!? Para além dessa inquietação de “lugar”, Ìyálewà é, de fato, inquietante! Potente na sua configuração, roteiro e iluminação