Poetas procuram a cura no corpo e na palavra em oficina gratuita na Zona Sul de SP

Poetas procuram a cura no corpo e na palavra em oficina gratuita na Zona Sul de SP

Oficina acontece no Campo Limpo no domingo (14) e é realizada pelo Programa VAI

O corpo fala, grita, chora. Se manifesta em peito aberto, dores e angústias, entre gargalhadas e inquietações. O corpo fala o tempo todo e quase nunca ouvimos. Escutamos a vida toda que dores nas costas precisam de um ortopedistas, inflamações no joelho, fisioterapia e por aí vai. No melhor dos cenários nos mandam à terapia, para falar e falar sem parar, sentadas, sendo acolhidas de ouvido.

O que está verdadeiramente escrito e expresso no corpo? Quais dores são puramente físicas, oriundas de escolhas e condições e quais aquelas que doem tão íntimo e tão silenciosas que o corpo reage pedindo socorro, reclamando atenção?

É com o objetivo de fazer o corpo começar a falar por si que Marina Beraldi e Keyty Medeiros, poetas da Zona Sul e participantes da Coletiva Mamoeira, construiram a oficina “Escrito no Corpo: expressão corporal e escrita curativa”, que acontecerá no dia 14 de abril, a partir das 14h na Casa de Cultura do Campo Limpo. A atividade é aberta para todas as pessoas que se identifiquem como mulheres.

A proposta é explorar a capacidade do corpo de guardar e expressar emoções intensas e ressignificá-las por meio da troca de narrativas com outras mulheres, com estímulo à movimentação corporal livre, perfomances ou representações simbólicas das dores e incertezas. Não será necessário identificar a própria narrativa a ser representada por outra mulher, mas é imprescindível o acolhimento entre as participantes. Neste sentido, as poetas facilitarão a vivência e as trocas entre as presentes.

A oficina será realizada gratuitamente, sem necessidade de inscrições prévias e é realizada por meio da Coletiva Mamoeira, contemplada pelo Programa de Incentivo à Cultura (VAI) 2018, da prefeitura de São Paulo. Em novembro passado, as poetas foram selecionadas para registrar suas escritas e ter seus textos revisados pela Coletiva. Em contrapartida, oferecem a oficina de expressão corporal e escrita curativa à comunidade.

 

Serviço:

O quê: Oficina “Escrito no Corpo: Expressão Corporal e Escrita Curativa”

Quando: Domingo, 14 de abril de 2019, das 14h as 18h.

Onde: Casa de Cultura do Campo Limpo – R. Aroldo de Azevedo, 100 – Jardim Bom Refugio, Zona Sul – São Paulo – SP

Como chegar: A Casa de Cultura está ao lado do Terminal de Ônibus do Campo Limpo, atrás da Praça Principal

Quanto: Gratuito

Observações: Mulheres de todas as idades, tamanhos, corpos, identidades e cores são bem vindas – incluindo mulheres trans. É recomendado o uso de roupas e calçados confortáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *