Com Bel Coelho e indiana Vandana Shiva, Festival Percurso discute alimentação saudável

Com Bel Coelho e indiana Vandana Shiva, Festival Percurso discute alimentação saudável

Tenda Alimentando Pontes recebe chefes de periferia e do centro de São Paulo e conversa com participantes sobre a democratização do ato de comer bem

 

A partir das 9h do próximo domingo (9) na tenda Alimentando Pontes do Festival Percurso, chefes de cozinha da periferia em parceria com chefes da região central de São Paulo vão trocar experiências de vida e conversas sobre a democratização do ato de comer bem. Ao som dos artistas convidados do evento, os chefes vão interagir com o público. O evento ocorre na Praça do Campo Limpo, na zona Sul de São Paulo. A entrada é gratuita.

Entre os destaques estão a chefe Bel Coelho, que decidiu que queria ser cozinheira aos 16 anos fez carreira internacional e hoje tem o próprio espaço, o Clandestino. O projeto, idealizado por ela, acontece apenas às quintas-feiras, com um menu degustação exclusivo para apenas 15 convidados, mediante reserva. Bel já foi também jurada do programa MasterChef. Além disso, ela oferece um menu-degustação em homenagem aos orixás. Essa atividade casa com a proposta do Festival Percurso, que é transformar a Praça do Campo Limpo no #omaiorterreirodomundo.

Bel Coelho é uma das convidadas para a tenda Alimentando Pontes no Festival Percurso (foto: Divulgação)

Outro destaque é a participação da ativista indiana Vandana Shiva, reconhecida mundialmente pela defesa da biodiversidade, conhecimento indígena e agricultura familiar. No festival, ela conversa sobre o tema “Como comer bem independente da sua classe social”. Vandana Shiva tem 66 anos e dedicou boa parte de sua vida desconstruindo supostos benefícios da agricultura industrial, que ela situa como ingrediente principal na receita para acabar com nossa saúde e com a do planeta e mostra-se firme na hora de defender o papel de liderança que as mulheres devem desempenhar na luta pela soberania alimentar e a agroecologia.

Além disso, estarão presentes no evento a chefe Tia Nice, da Cozinha Criativa da Agência Solano Trinade, o chefe Luciano Nardelli, da Carlos Pizza, o mestre Aderbal Ashogun, sacerdote do candomblé, a chefe Laila Mengarda, da Cozinha Reconectiva e o chefe Edson Leite, do Gastronomia Periférica. A anfitriã é a chefe Bruna Vianna.

 

Sobre o Festival Percurso
A organização do evento espera cerca de 10 mil pessoas no domingo e oferece uma programação que abrange crianças, jovens, adultos e idosos. A proposta é levar ao público atividades educacionais, de entretenimento e de geração de renda.

 

Dividido por tendas, o festival é organizado pela Agência Popular Solano Trindade, que neste ano se une ao movimento De Jardim a Jardim, por meio da parceria com a associação C de Cultura.  Essencialmente horizontal e feito há muitas mãos – com mulheres, jovens, idosos, artistas, pequenos empresários e profissionais de diferentes áreas –, o Festival Percurso acontece desde 2013 e prestigia talentos, fomenta a cultura e os negócios locais. Mas não só.

 

O alcance do evento vai além da periferia e promove o encontro com públicos das regiões centrais da cidade. Todas as atividades serão realizadas num único local, a Praça do Campo Limpo, local de fácil acesso (bem ao lado do terminal de ônibus do Campo Limpo e numa reta só da avenida Prof. Francisco Morato e Estrada do Campo Limpo). Palco histórico de atividades culturais da Zona Sul, o local é berço histórico de saraus, eventos literários e de artistas como Racionais MCs, Criolo, entre tantos outros.

 

A quinta edição do Percurso, cujo tema é #omaiorterreirodomundo, traz programação que reúne a ancestralidade dos povos de terreiro e indígenas à nova geração de visionários da periferia e fora dela. A arte e a cultura, assim, acabam por promover pontes sociais. Também fomentam a economia local.

 

O 5º Festival Percurso De Jardim a Jardim, conta com a realização da Agência Popular Solano Trindade, C de Cultura, PROMAC, Secretaria Municipal de Cultura, Prefeitura de São Paulo, Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Programa de Ação Cultural ICMS e Governo do Estado de São Paulo.”

 

 

 

De Jardim a Jardim

 

C de Cultura

O Festival Percurso abre as portas para o movimento De Jardim a Jardim, iniciativa promovida pelo C de Cultura, cujo objetivo é celebrar os encontros entre o centro e as margens da cidade. É um convite a um importante deslocamento, não apenas geográfico, mas cultural e de trocas humanas.

 

“Nossa prioridade não é criar novos projetos nessas regiões, mas sim apoiar para promover o crescimento dos que já existem”, diz o psicólogo, músico e educador Ricardo Leal, atual presidente e sócio-fundador do C de Cultura. “Entendemos que quem já está lá trabalhando, vivendo e pensando aquele território tem muito mais a ensinar para nós. É um  grande processo de troca”, completa Léo Mello, diretor da associação que também é pesquisador da cultura popular.

 

Pensado para ser o #maiorterreirodomundo, o Festival na prática, vai fomentar a união que passa entre os povos através de diferentes vertentes musicais, culturas ancestrais e na economia, trazendo a ‘re-união’ do que há de mais bonito no Brasil: o conceito de agrupamento, de aquilombamento, transformando a Praça do Campo Limpo em um chão abençoado por mestres de religiões de matrizes africana e indígena. Nessa confraternização, o bastão dos sábios griôs será passado para as mãos da nova geração.

O conceito  “De Jardim a Jardim” nasce da metáfora sobre a necessidade de encontro e troca entre as pessoas, independente do bairro onde moram e da realidade de vida de cada um, a arte será sempre capaz de aproximar todos, afinal, sempre há o que se aprender e ensinar, de ambos os lados.

 

 

Confira a programação do Alimentando Pontes

9hs >> Chef Tia Nice, da Cozinha Criativa da Agência Solano Trindade

12h >> Chef Bel Coelho, do Clandestino

14h >> Chef Luciano Nardelli, da Carlos Pizza 

16h – 16h30 >>  Participação Especial: Vandana Shiva, ativista indiana reconhecida mundialmente pela defesa da biodiversidade, conhecimento indígena e agricultura familiar. Ela vai conversar sobre o tema: “Como comer bem independentemente da sua classe social?”

17h30 >> Mestre Aderbal Ashogun, sacerdote do candomblé

19h >> Chef Laila Mengarda, da Cozinha Reconectiva, e Chef Edson Leite, do Gastronomia Periférica

AnfitriãChef Bruna Vianna

Serviço

FESTIVAL PERCURSO 2018 – DE JARDIM A JARDIM

Pré-festival dia 8.12 (sábado) das 10h às 22h

Festival dia 9.12 (domingo) , a partir das 8h

Praça do Campo Limpo: Dr. Joviano Pacheco de Aguirre, 30 – Jardim Bom Refúgio. Na zona sul de São Paulo, fica a 5 minutos do Terminal de ônibus Campo Limpo.

 

COMO CHEGAR:

De ônibus: Vários terminais de ônibus da cidade têm rotas que se conectam ao Terminal Campo Limpo. Exemplos: do Terminal de ônibus Pinheiros pegue a linha 809P-10 para chegar ao do Campo Limpo. Ao sair do Terminal Campo Limpo, siga à direita e caminhe por 500 metros.

 

De metrô: Pela linha 5 do metrô, desça na estação Campo Limpo. A praça fica a 15 minutos do local pelas linhas de ônibus  343, 178 ou 245 ou 056 ou 178BI1 ou 587BI1.

 

De carro: Da Zona Oeste da cidade, siga numa reta só pela Avenida Prof. Francisco Morato e depois pela Estrada do Campo Limpo. Pela Marginal Pinheiros, siga as indicações para Campo Limpo/Jd São Luís/Itapecerica, permaneça na Avenida João Dias até a Estrada da Itapecerica e Estrada do Campo Limpo.

 

Mais informações sobre o festival podem ser obtidas no link: https://www.facebook.com/FestivalPercurso/   www.festivalpercurso.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *