Sarau da Cooperifa celebra 30 anos de carreira de poeta Sérgio Vaz

Sarau da Cooperifa celebra 30 anos de carreira de poeta Sérgio Vaz

Escritor é co-fundador da entidade criada em 2001, em Taboão da Serra (Grande SP)  e hoje recebe cerca de 200 pessoas no Jardim Guarujá (zona sul de SP) às terça-feiras

 

No próximo dia 11 de dezembro é celebrado o aniversário de 30 anos de carreira do poeta Sérgio Vaz no Sarau da Cooperifa, no Bar do Zé Batidão, na zona Sul de São Paulo. Escritores, amigos e admiradores do poeta que se auto-intitula o ‘vira-lata‘ da literatura devem se reunir no evento para celebrar a data.

Sérgio Vaz é autor de oito livros: “Subindo a ladeira mora a noite” (1992), escrito com Adrianne Muciolo, “A margem do vento” (1995), “Pensamentos vadios” (1999, “A poesia dos deuses inferiores” (2004), “Colecionador de pedras” (2006), “Cooperifa – Antropofagia Periférica” (2008), “Literatura Pão e Poesia” (2011) e “Flores de alvenaria” (2016).

Ainda em dezembro, o poeta receberá mais uma homenagem. O prêmio Santo Dias na categoria Direitos Humanos entregue pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), será entregue para Sérgio Vaz ainda no mês de dezembro, pelo reconhecimento da importância de sua trajetória e obra.

Vaz é co-fundador da Cooperifa desde 2001, em Taboão da Serra (Grande São Paulo) e hoje
recebe cerca de 200 pessoas no bar do Zé Batidão, no Jardim Guarujá (zona sul de São Paulo) às terça-feiras, às 20h45, sempre apinhado de gente.

Sarau da Cooperifa celebra os 30 anos de poesia de Sérgio Vaz

Na Cooperifa, ele e outros poetas declamam suas poesias. Com mais de 800 edições realizadas, muitos poetas e escritores da cena da literatura independente já lançaram suas obras na Cooperifa, que durante algum tempo, premiou os frequentadores com o troféu Dom Quixote.
O movimento que criou se espalhou pela cidade e influenciou dezenas de outros saraus que começaram a surgir e a ocupar bares e espaços públicos onde trabalhadores de todas as quebradas se encontram para declamar poesia.

Na sequência, vieram o “Cinema na Laje”, o “Café Literário”, o “Poesia no ar” e a “Mostra da Cooperifa“. Recentemente, ele circula nas escolas públicas das periferias do país com o projeto “Poesia contra a violência”, debatendo cultura e cidadania com adolescentes.

Serviço – Saiba mais sobre a Cooperifa no site http://cooperifa.com.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *