#BingoLitNegra: Um bingo para a literatura negra

#BingoLitNegra: Um bingo para a literatura negra

Escritora cria bingo para ler autores e autoras negras 

Esta eu hoje lá no Twitter quando me deparei com o #BingoLitNegra, com uma lista incrível feita pela Stephie Borges  em que ela organiza vários autores e autoras de todo o mundo. Pedi então permissão para reproduzir a lista aqui, creditando a elas o trabalho que foi produzí-la. No meio do caminho, encontrei um post no blog da Solaine Chioro   em que ela explica como surgiu o bingo, a hashtag e a campanha. Vale a pena ler aqui . 

Cartela do bingo #BingoLitNegra

A ideia surgiu a partir do Asian Lit Bingo (Bingo de Literatura Asiática), nos EUA. O bingo traz uma cartelacom categorias e você precisa procurar leituras dentro delas para poder completar o desafio, sendo que todos os livros precisam ser de autores asiáticos e com protagonistas asiático. Assim, ela adaptou para o Brasil e a cartela deve ser preenchida com autores negros.

Conforme ela explica no blog, “com 24 categorias diferentes – apresentando gêneros, personagens e temáticas diversas – e um espaço livre, no #BingoLitNegra você deve escolher uma linha, coluna ou diagonal da cartela e procurar livros para ler que contemplem as categorias apresentadas nos cinco quadrados desse espaço por você selecionado, sendo que todas as obras precisam ser escritas por autores negros E serem sobre pessoas negras. Sim, não é escrita ou protagonizada, são os dois. A ideia do bingo é celebrar não só narrativas sobre pessoas negras, mas também dar espaço na sua estante para as vozes de autores negros, que são ainda bastante escassas e esquecidas dentro do mercado literário”, disse.

Com isso, a Stephie fez a lista, preenchendo toda cartela. Pra minha felicidade, a maior parte das citações são de autoras negras. Vamos ver:

PROTAGONISTA MULHER

‘Precisamos de novos nomes’, Noviolet Bulawayo
‘A cor púrpura’, Alice Walker
‘A parábola do semeador’, Octavia Butler
‘Americanah’, Chimamanda Ngozi Adichie
‘Quarto de despejo’, Carolina Maria de Jesus
‘Um defeito de cor’, Ana Maria Gonçalves
‘Terra Partida: A Quinta Estação’, N.K. Jemisin
‘Quem teme a morte’, Nnedi Okorafor

HISTÓRIA COM UM ROMANCE

‘Americanah’, Chimamanda Ngozi Adichie
‘O sol também é uma estrela’, Nicola Yoon

LIVRO JUVENIL OU JOVEM ADULTO (YA) 

‘O ódio que você semeia’, Andie Thomas
‘As estrelas sob os nossos pés’, David Barclay Moore
‘O sol também é uma estrela’,  Nicola Yoon
‘Esperança para voar’,  Rutendo Tavengerwei (já resenhamos aqui)

PROTAGONISTAS LBGTQ+

‘A cor púrpura’,  Alice Walker
‘Bem-vindos ao paraíso’,  Nicole Dennis Benn

LIVRO CONTEMPORÂNEO

‘O caminho de casa’, Yaa Giasi
‘NW’, Zadie Smith

LIVRO AFRICANO ESCRITO EM PORTUGUÊS

‘Ventos do apocalipse’, Paulina Chiziane (precisa de lencinho, segundo a Stephie)

NÃO FICÇÃO

‘Ensinando a transgredir’ e ‘O feminismo é para todo mundo’,  bell hooks
‘Mulheres, raça e classe’, Angela Davis
‘O que é lugar de fala?’ ,Djamila Ribeiro
‘O que é empoderamento? , Joice Berth
‘Crítica da razão negra’, Achille Mbembe

ESPAÇO LIVRE

‘Trovas burlescas’,  Luiz Gama (poesia)
‘Sobrevivi para contar’, Immaculée Ilibagiza (memória)
‘Poénticas, do Nei Lopes’ (poesia)
‘Vozes guardadas’, Elisa Lucinda (poesia)

CONTOS, CRÔNICAS OU NOVELAS

”O que acontece quando um homem cai do céu’, Leslei Nneka Arimah
‘Olhos d´água’, Conceição Evaristo
‘Um exu em Nova York’, Cidinha da Silva

FICÇÃO HISTÓRICA

‘Um defeito de cor’, Ana Maria Gonçalves

LIVRO PREMIADO

‘Olhas d´água’, Conceição Evaristo (Prêmio Jabuti)

LIVRO PUBLICADO NESTE ANO

‘Um exu em Nova York’ , Cidinha da Silva
‘A parábola do semeador’, Octavia Butler

FANTASIA OU FICÇÃO CIENTÍFICA

‘Quem teme a morte’, Nnedi Okorafor
‘A quinta estação’ e ‘O portão do obelisco’, N. K. Jemisin

HISTÓRIA EM QUADRINHOS

‘Cumbe’ e ‘Angola Janga’, Marcelo D´Salete
Carolina, Sirlene Barbosa

RELEITURA DE UMA HISTÓRIA CLÁSSICA

‘A balada do Black Tom’, Victor Lavalle

LIVRO NACIONAL

‘Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos’, Ana Paula Maia
‘Inverdades’ e ‘Sankofa’, Lu Ain-Zaila (dá pra ler ficção online aqui)

POESIA
‘Poemas de recordação’, Conceição Evaristo
‘Heroínas brasileiras negras em 15 Cordéis’,  Jarid Arraes
‘Sozé’,  Anelise Freitas

LIVRO AFRICANO

‘Sonhos em tempo de guerra’ ,Ngugi wa Thiong’o
‘Tudo se despedaça’ , Chinua Achebe
‘O alegre canto da perdiz’, Paulina Chiziane

LIVRO CLÁSSICO

‘Quarto de despejo’,  Carolina Maria de Jesus
‘Úrsula’, Maria Firmina dos Reis

LIVRO DE MEMÓRIA OU BIOGRAFIA

‘Esse cabelo’, Djaimila Pereira de Almeida
‘Mamãe & eu’, Maya Angelou
‘Eu sei porque o pássaro canta na gaiola’, Maya Angelou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *