Mesas literárias com Joanna Maranhão, Tarsilinha do Amaral e Eduardo Kobra acontecem durante o feriado no Flipoços

Evento recebeu pelo menos 20 mil pessoas durante os dois primeiros dias e segue até o próximo domingo

Com abertura oficial no fim de semana, a 13ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, já recebeu pelo menos 20 mil pessoas nos dois primeiros dias e conta com uma programação diversa para o feriado do Dia do Trabalhador. O evento segue até o próximo dia 06 de maio.

Nesta terça-feira (1) passarão pelo festival autores como o taiwanês Chiu Yi Chih, com uma palestra sobre a filosofia taoísta e a metacorporeidade, o autor infantil Ilan Brenman, a mesa “Um passeio pelas paisagens ‘wild side’ dos contos de Caio Fernando Abreu, a mesa sobre literatura e abuso sexual, com a nadadora Joanna Maranhão e a escritora Andrea Viana, a mesa sobre literatura moçambicana com os autores Dany Wambire e Manuel Mutimucuio, também com lançamentos exclusivos no evento e ainda a mesa de artes plásticas, com Tarsilinha do Amaral, Ricardo Ohtake, o graffiteiro Eduardo Kobra. A mediação é de Sérgio Montero.

 

Bate-papo sobre abuso sexual

O bate-papo, que tem oferecimento da editora Aletria, vai acontecer no dia 01 de maio às 15h30 no Teatro Benigno Gaiga, no Espaço Cultural da Urca e a entrada é gratuita. O livro lançado no final de 2017 traz, além do texto de Andrea, ilustrações de Thais Linhares e usa uma linguagem simples e própria da criança para narrar uma situação de violência sexual.

A obra utiliza-se de personagens do mundo animal para abordar um dos temas mais recorrentes e preocupantes no país e destaca a percepção de um toque indesejado de alguém da família da protagonista. Trata-se de um livro lúdico e ao mesmo tempo, sem perder a seriedade, confere poder aos pequenos, para que defendam-se caso sejam vítimas de algum gesto, palavra ou comportamento que as deixem desconfortáveis.

Outra convidada para o debate é a nadadora Joanna Maranhão, que em 2015 revelou ter sofrido abuso sexual aos 9 anos de idade. Pernambucana, filha de uma médica geriatra, Joanna começou a nadar com 3 anos, na capital do estado em que vivia. Aos 12 anos, já competia em um Pan-Americano e aos 17 em uma Olimpíada. Aos 19, tentou se matar. Atualmente, aos 30 anos está atualmente entre as 12 melhores atletas do ranking mundial de 2017. Voltou a competir e fala sobre a conquista da liberdade, mesmo após o trauma do abuso, sofrido quando ainda era criança com um ex-treinador.

Para mediar a conversa foi convidado o promotor de Justiça, Sidnei Boccia. Ele é mestre em direito das Relações Sociais e atuou, por anos, à frente da Vara da Infância e Juventude em Poços de Caldas. Por 18 anos foi professor da PUC – MG na disciplina de direito penal.

Conforme explica a curadora do festival, Gisele Corrêa Ferreira, tratar desse tema na literatura é imprescindível. “Um dos objetivos da temática do Festival 2018 é encontrar na literatura soluções para os problemas cotidianos e que muitas vezes são “tabu”. Não podemos nos calar diante disso e penso que a literatura pode ser um canal e uma forma de denúncia”, declarou.

Já passaram pelo festival os autores poços-caldenses, que fizeram parte da mesa de abertura, o escritor sulfuroso de 2018, o jornalista Luis Nassif, o patrono Davi Arrigucci Jr., o jovem escritor Lucão, os vencedores do Prêmio Sesc, José Almeida Junior e João Meirelles Filho. O evento também já recebeu o Araçá Quarteto, com um show de chorinho na abertura, além de mesas técnicas como a que discutiu o novo PNLD, a atriz e produtora portuguesa Ana Miranda, a escritora também portuguesa Patrícia Portela, lançando o inédito “A coleção privada de Acácio Nobre” e ainda a palestra “Literatura e Cultura Milenares” com Mamede Mustafa Jarouche e Nizar El-Khatib.

O Flipoços

O Flipoços 2018 e a 13ª Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas são realizados pela GSC Eventos Especiais e acontecem de 28 de abril a 06 de maio no Espaço Cultural da Urca. O Flipoços 2018 conta com o patrocínio do DME, BDMG Cultural, Codemge,Pólen um produto Suzano, Climepe, Fibrax, e Prefeitura de Poços de Caldas. Parceiro Cultural Sesc Minas, Instituto Camões, Editoras Sextante, Dublinense, Malê, Faro Editorial, Aletria, Leya, Trilha Educacional, Edições Sesc São Paulo, Unip e CBA – Companhia Brasileira de Alumínio. A programação oficial do Flipoços 2018 está no ar pelo site www.flipocos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *