Coletivo quer reunir 300 vozes negras em publicação por Marielle Franco

Coletivo quer reunir 300 vozes negras em publicação por Marielle Franco

Iniciativa do site Blogueiras Negras terá publicação escrita de forma colaborativa por 300 mulheres negras

Com objetivo de reunir 300 vozes negras por Marielle Franco – vereadora do PSOL executada a tiros no Rio de Janeiro (RJ) no último dia 13 de março – o Blogueiras Negras lançou uma campanha coletiva na sexta-feira (13), para convidar autoras para a construção coletiva.

A iniciativa quer reunir mulheres negras para, de forma colaborativa, costurar uma colha de retalhos, que será também uma corrente que destrua as limitações e mordaças que as acometem.

“A missão deste escrito é ser uma ferramenta de denúncia, de poetizar as nossas dores, documentar as nossas memórias e ser uma grande ocupação para a vida”, explicam as blogueiras negras.

Como funcionará?

Como o texto será coletivo, cada contribuição é muito importante e terá o dever de respeitar as narrativas das colegas, ou seja, não pode haver nenhuma interferência ou modificação dos textos escritos anteriormente.

Apenas acrescente o seu escrito e depois passe adiante para o próximo endereço do e-mail listado para o envio.

[+] Três poemas escritos por mulheres para Marielle Franco

O título será o mesmo para todos os textos. O formato e o tamanho são ilimitados: pode ser curto, longo, uma prosa, poesia ou algo que não considere que tenha uma classificação literária. Que seja seu relato e que deixe a sensação de descarregar a sua bagagem e desse modo respeite a si mesma e as outras companheiras.

Desejamos nesta travessia estarmos sempre de mãos dadas e que possamos seguir os passos das mães negras que embarcaram nos tumbeiros, e ofertaram para as suas crianças o melhor do que tinham, assim transformando suas vestimentas em bonecas Abayomis.

Quem pode participar?

Mulheres (cis ou trans) negras.

Serviço – acesse o Blogueiras Negras para enviar os textos: http://blogueirasnegras.org/2018/04/13/300-vozes-negras-por-marielle-franco/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *