Encontro de slams das Minas deve agitar Flip em Paraty

Campeonatos de poesia falada unem-se em disputa na casa da porta amarela na quinta-feira (27) 

Para celebrar a oralidade e autorrepresentação, ocorre nesta quinta-feira (27) às 19h o encontro entre o Slam das Minas SP e o Slam das Minas RJ, na casa da porta amarela, que fica na Praça do Rosário, atrás da igreja Matriz em Paraty (RJ) durante a 15ª edição da Feira Literária Internacional de Paraty, a Flip.  Esta será a primeira vez que os slams – as competições de poesia falada – unem-se em um evento único.

Slam das Minas – SP existe há pouco mais de 1 ano (foto: Renata Armelin)

Haverá também a participação do Slam de Quinta,  que é o primeiro slam criado em Paraty.  “É a primeira vez que nossos slams se encontram. Estamos muito felizes e ansiosas para juntar todo mundo”, contou Carolina Peixoto, uma das organizadoras do Slam das Minas em São Paulo.

Apesar de não haver previsão do número de participantes, a expectativa das organizações das duas batalhas é grande. “Sabemos que tem bastante poetas de São Paulo e também do Rio de Janeiro indo e vamos contar com a participação dos organizadores e frequentadores do Slam de Quinta, que gentilmente mudaram a data do encontro para somar conosco. Acredito que teremos muita coisa para conhecer”, explicou Carolina.

O que é slam e por quê Slam das Minas?!
O slam é um campeonato de poesia falada criado na década de 1990 em Chicago, nos EUA e que chegou ao Brasil em 2008, trazido pela atriz-MC e pesquisadora Roberta Estrela D´Alva. Desde 2012 acontece, também no país, um campeonato nacional que define o representante brasileiro que vai à Copa do Mundo de Poesia em Paris.

Slam das Minas – RJ foi criado em 2017 (foto: Karen Ferreira)

Em 2015, surgiu em Brasília o Slam das Minas, com o intuito de garantir uma vaga feminina para a batalha final, pois se entende que assim como os saraus, os slams ainda são espaços de maioria masculina. Depois de encontros e intercâmbios com as articuladoras e poetas do Distrito Federal decidiu-se criar um braço do Slam das Minas em São Paulo, já que as organizadoras  perceberam a necessidade de ampliar esse movimento também em outras cidades, criando, em março de 2016, a primeira edição. O Slam das Minas – SP é formado por Carolina Peixoto, Mel Duarte, Luz Duarte e Pam Araújo.

As regras do Slam das Minas – SP segue os padrões dos demais: somente textos, autorais de até 3 minutos; não pode usar figurino e nem objeto cênico; pode ler; júri é convocado na hora – notas são de 0 a 10; O único diferencial é que somente mulheres podem se inscrever para batalha. A vencedora ganha prêmio em livros e uma vaga para a final do Slam das Minas – SP, garantindo uma vaga feminina para o Slam BR.

Em seguida, foi a vez do Rio de Janeiro criar, neste ano de 2017, a batalha na cidade, o Slam das Minas –  RJ. A primeira edição, há três meses, reuniu mais de 400 pessoas em um espaço público e aberto, celebrando a poesia.

Serviço
o quê: Slam das Minas SP + Slam das Minas RJ
quando: quinta-feira (27) às 19h
onde:  Casa da Porta Amarela (Largo do Rosário, 32, atrás da igreja Matriz)
quanto: gratuito

Slams se encontram nesta quinta-feira na Flip em Paraty
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s