Eu nunca fui o estereótipo da beleza. Sempre fui gorda e vivi com tudo que esta palavra pode ser ou significar para um ser humano com um corpo, mas nunca fui burra. Alguns dizem que isso é uma forma de compensar a falta de atributos físicos dentro do patrão estético cultuado. Então, sempre fui gorda, inteligente e durante muito tempo, fui conveniente. Tinha mais amigos do que amigas e com