“escrevo porque a vida me dói” [eliane brum]